Cuidados para evitar incêndio em sua casa ou apartamento

Costuma deixar a panela no fogo enquanto faz outras atividades? Ou fumar enquanto assiste TV? Pois está na hora de rever essas atitudes. Saiba que configuram umas das principais causas de incêndios domésticos.

Pois é, curto circuito em tomadas, escapamento de gás, uso incorreto do fogão, cigarros ou velas podem provocar acidentes domésticos e alastrar as chamas por toda a sua residência.

Infelizmente, por conta do novo coronavirus, muita gente teve que ficar em casa, e o que se notou foi que fiações incorretas, o uso excessivo e incorreto de fogão, eletrodomésticos,  equipamentos eletrônicos, até o álcool em gel acabaram por causar inúmeros incêndios em residências espalhadas por todo o país.

Pois é, e incêndios podem causar diversos danos à família, inclusive a morte, deixando muito além de danos financeiros.

O que também precisa ser dito é que, além de ter que lidar com perdas materiais, ou até humanas, ou ficar com graves sequelas pelo corpo, quem passa por um incêndio precisa lidar, também, com inúmeras despesas e procedimentos, algo extremamente desgastante. 

incendio

Certamente, ninguém passa por um incêndio por que quer, mas por falta de cuidado. Então, pensando nisso, para lhe ajudar a se prevenir, confira abaixo algumas das principais causas de incêndio em residências e como se prevenir.

1. Uso excessivo de álcool

Com a pandemia, muito se tem falado em higienização perfeita e como o álcool pode ajudar nessa parte. Nesse sentido, o álcool 70% líquido apesar de ser indicado para a limpeza de superfícies e objetos, é preciso tomar muito cuidado ao usá-lo em ambientes totalmente fechados. 

Assim, quando for usar o álcool, tome muito cuidado, evite acender um cigarro ou ficar passar próximo a alguém que esteja fumando. Certifique-se que não está perto de um lugar inflamável. 

E há quem prefira o álcool em gel, aliás, grande vedete nesses tempos de pandemia, porém, apesar de ser recomendado para a higienização das mãos, ele deve ser mantido bem longe de produtos inflamáveis. 

No mais, está em casa? Então, prefira sempre lavar as mãos com água e sabão, deixe para usar o álcool em gel quando sair de casa, antes de depois de entrar no carro, no mercado, farmácia, enfim… para quando precisar sair de casa.  


  1. Sobrecarga em tomadas

Que atire a primeira pedra quem nunca utilizou, ao mesmo tempo, mais de um desses equipamentos, como televisão, computador, luminária, carregador de celular, ar-condicionado, aspirador de pó… 

Na verdade, é muito comum usar muitos equipamentos ao mesmo tempo e acabar sobrecarregando a rede elétrica, e o resultado disso é curto circuito, ou até mesmo, incêndio.

Por isso, sempre que possível, ligue na tomada apenas os equipamentos que for usar, um de cada vez. 

Aliás, é preciso tomar muito cuidado com o uso de extensões ou os chamados benjamins, que devem ser utilizados com muita cautela, sem sobrecarregar demais a tomada. 

3. Instalações elétricas muito antigas 

Uma das principais causas de incêndio, mesmo antes da pandemia, são aquelas instalações elétricas muito antigas, que podem gerar um princípio de incêndio. Por isso, a dica é investir em vistoria de equipamentos e sistemas.

 

4. Velas e inflamáveis

Fósforos, isqueiros, velas, velas, podem causar grandes danos, bem como a chama do fogão. 

Por isso, muito cuidado com crianças em casa, pois em fração de segundos um descuido com qualquer um desses itens pode gerar um incêndio.

Outro cuidado é em relação a esses itens,quando mal vedados, próximos a vasilhames que hospedam inflamáveis, pois desprendem gases que se espalham até que encontrem uma fonte de combustão.

Por isso, não deixe esses produtos próximos uns dos outros e se certifique sempre de deixar esses itens perigosos fora do alcance das crianças.

Outra dica é, após usar o forno, se certificar, sempre, de fechar o click do gás, para evitar vazamentos e possíveis incêndios. 

Se for acender velas, deixe-as longe de cortinas e tecidos fáceis de pegar fogo.

5. Panelas esquecidas

Uma das maiores causas de incêndio são panelas esquecidas no fogo, principalmente as panelas de frituras, são as que mais provocam esse tipo de acidente, pois o óleo quente se queima rapidamente e logo provoca a formação de chamas.

Por isso, caso se depare com essa situação, a primeira coisa a fazer é cortar a alimentação desse calor, ou seja, ir diretamente até o botijão de gás e desligá-lo ou, se for gás encanado, fechar o registro. 

JAMAIS jogue água diretamente na panela, pois isso pode aumentar o tamanho das chamas.

E muito cuidado com a panela de pressão, caso esquecida no fogão, ela pode virar uma bomba, provocando uma intensa explosão, por isso, não se descuide do tempo.

6. Vazamento de gás

Uma das maiores causas de incêndio é justamente a instalação incorreta do botijão de gás, que pode causar incêndios e explosões. 

 

É preciso considerar que o gás de cozinha é altamente inflamável e, se não estiver bem instalado, ou estiver vazando, e entrar em contato com qualquer fonte de eletricidade, vai iniciar instantaneamente a combustão.

 

Dentre as causas de incêndio com o botijão de gás podemos citar: o botijão muito perto de correntes elétricas, quando é colocado em compartimentos fechados, ignorar seu vazamento, seja pela boca do fogão ou mangueira.

 

Aliás, sempre que perceber, ou desconfiar, que o gás esteja vazando, tome as seguintes providências:

  • Caso esteja em um ambiente fechado, abra as janelas e portas para deixar o ar circular;
  • Feche o registro que regula a pressão do gás;
  • Em casos mais graves, chame o corpo de bombeiros imediatamente.

 

E é isso, agora que já sabe as principais causas, fique atento às nossas dicas de cuidados para evitar incêndio em sua casa ou apartamento e previna-se contra o risco delas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *